FLAG COUNTER DE RECEITAS E SEGREDOS DA COZINHA MINEIRA DESDE 29/02/2013

FLAG COUNTER DE RECEITAS E SEGREDOS DA COZINHA MINEIRA DESDE 29/02/2013
111 países já visitaram este site! Clic na imagem para ver!

sábado

RECEITA DE PÃO DE BATATA DOCE SEM GLÚTEN




Olá pessoal,
Dando prosseguimento aos meus propósitos de mudança de vida, para uma alimentação saudável e com bem estar, estou pesquisando e tentando compreender melhor os novos diagnósticos médicos, a meu respeito e procurando uma superação, no meu velho estilo : "vivendo e aprendendo enquanto é tempo"!
Por este e por outros motivos preferi dar este tempo aos blogs, mas sempre na esperança de que ao voltar, traria novidades para os visitantes fiéis da VIDEOSFERA  e deste blog de RECEITAS E SEGREDOS...

A receita do vídeo acima, me conquistou em sua íntegra! Tanto que, resolvi  publicá-la minunciosamente, o que não exclui a minha recomendação para vocês assistirem o vídeo que está ótimo, para os interessados em RECEITAS SAUDÁVEIS e super especiais!



PÃO DE BATATA DOCE SEM GLÚTEN


100g de farinha de arroz

100g de farinha de arroz integral
50g de fécula de batata
50g de farinha de grão de bico
25g de polvilho doce
6g de goma xantana (espessante aglutinante)
8g de fermento biológico seco e instantâneo
10g de farinha de linhaça dourada
10 g de farinha de chia
10g de quinoa em flocos
30 g de açucar demerara
300ml de água
100g de batata doce cozida e amassada
60g de óleo de girassol
8g de sal

MODO DE PREPARO


DICAS:

Ao invés de óléo de girassol, pode-se usar azeite de oliva original, para um pão mais aromático  ou outro tubérculo, como mandioquinha, mandioca, ou batata, ou inhame ou batata doce roxa, então o pão ficaria roxo.

Para o modo de fazer, misture os pós e em seguida iniciar o batimento da batedeira, adicionando a água e e seguida os outros ingredientes líquidos na mesma.

Bater por cerca de 3 min e acrescentar as 08g de sal.

Finalmente polvilhe a forma com uma farinha sem glúten   e coloque a massa ali com uma colher úmida, para a massa não colar. 

Deixe a metade da forma  vazia para o crescimento. A medida da forma é 18cm x 
Pincele com uma gema diluída em água e deixe 01 hora para crescer dentro do micro ondas.

Utilize para decorar as sementes ( linhaça dourada, chia e quinoa).



FONTE:


PROGRAMA VOCÊ BONITA:


www.tvgazeta.com.br/vocebonita



domingo

FARELO DE AVEIA INTEGRAL AJUDA A EMAGRECER

Farelo de aveia - Foto: Getty Images
CRÉDITOS
TEXTO ORIGINAL:

http://corpoeestetica.com/farelo-de-aveia-ajuda-mesmo

FARELO DE AVEIA INTEGRAL

Se você está preocupado com o seu colesterol, doença cardíaca ou outra doença crônica, considere a adição de farelo de aveia na sua dieta. O farelo ou farinha de aveia é um alimento rico em fibras, que pode reduzir o colesterol e proporcionar uma série de outros benefícios para a saúde. Para obter o máximo de benefícios para a saúde com o farelo de aveia integral, torne-o uma parte de sua dieta diária. Antes de modificar sua dieta, verifique com seu nutricionista ou médico para descobrir a quantidade certa e saudável para você.

Vamos destacar os benefícios do farelo de aveia que já foram comprovados em pesquisas.
Farelo de aveia para reduzir o colesterol
Um dos principais benefícios do farelo de aveia é a sua capacidade de reduzir o colesterol. Em um estudo realizado, a beta-glucana, principal fibra solúvel no farelo de aveia, mostrou níveis de colesterol total e LDL significativamente menor (ou colesterol “ruim”). A fibra de farelo de aveia se liga com a bílis rica em colesterol para aumentar a quantidade de colesterol que é excretado. O farelo de aveia também ajuda a reduzir a quantidade de colesterol absorvida a partir dos alimentos que você come. Reduzir o colesterol pode ajudar a prevenir o acúmulo de placas perigosas em suas artérias.
colesterol podem resultar no acúmulo de placas nas artérias e levar a pressão arterial alta e doenças c



Um terceiro benefício de farelo de aveia é a sua capacidade para produzir melhorias a longo prazo em seu nível de açúcar no sangue após uma refeição, como foi demonstrado em um estudo. Farelo de aveia ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue longe de ficar muito altos depois de uma refeição, diminuindo a digestão dos carboidratos e reduzindo a velocidade com que o açúcar entra na corrente sanguínea. Ele também pode melhorar os níveis de açúcar no sangue , aumentando a sensibilidade à insulina, que ajuda a limpar o açúcar do sangue.        Consumindo o farelo de aveia

     Farelo de aveia e Doenças Cardiovasculares
Uma segunda vantagem de farelo de aveia é a prevenção de doenças cardiovasculares. Em um estudo de pacientes com um risco aumentado para a doença cardíaca coronária, descobriu-se que o farelo de aveia reduziu total e lipoproteína de baixa densidade. Altos níveis de colesterol podem resultar no acúmulo de placas nas artérias e levar a pressão arterial alta e doenças cardíacas, o que pode resultar em um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral. O farelo de aveia tem sido mostrado para reduzir estes riscos.
Farelo de aveia e diabetes

Para maiores benefícios, consuma o farelo de aveia integral em porções espalhadas pelas refeições durante o dia. (Foto: www.purcellmountainfarms.com) F


Farelo de aveia para prisão de ventre

A fibra de farelo de aveia pode mantê-lo longe de tornar-se constipado, aumentando o volume de suas fezes e ajudando a mantê-la macia . Em um estudo, os pesquisadores descobriram que a adição de biscoitos de farelo de aveia à dieta diária dos pacientes produziram uma melhora acentuada na frequência intestinal e consistência. Você pode tornar-se constipado se sua dieta é carente em fibras. Não beber bastante líquido em uma dieta rica em fibras também pode levar à constipação . Por outro lado, a adição de farelo de aveia para refeições e lanches e muita bebida de líquidos pode ajudar a prevenir a constipação, mantendo suas fezes moles e fáceis de se mover.

Farelo de aveia: Calorias
Em 1/4 de xícara de farelo ou farinha de aveia, você tem apenas 58 calorias.

Farelo de aveia engorda?

Se você está tentando perder peso, comer farelo de aveia pode ajudar. A fibra pode ajudar a promover a perda de peso através da absorção de água, o alimento passa através do intestino, causando um aumento na massa e criando uma sensação de plenitude. Fibra também retarda a digestão e absorção dos alimentos, retardando a fome. Como resultado, você pode consumir menos calorias, o que pode ajudar na perda de peso. Além disso, ao ajudar no controle do açúcar no sangue, o farelo de aveia contribui para manter a gordura acumulada longe.

VIDE CRÉDITOS ACIMA

segunda-feira

SUCO PARA ALÍVIO DA ANSIEDADE - ALFACE - COUVE - LIMÃO - MARACUJÁ E MEL



FONTE: YOU TUBE

BEM ESTAR - TABELA DE FODMAP - ALIMENTOS PARA A SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL - SII - DR. LEANDRO MINOZZO


Pesquisando na internet, encontrei o texto original do Dr. Leandro Minozzo, sobre a Síndrome do Intestino Irritável, ou Cólon Irritável. Resolvi então deixar aqui a bibliografia e as referências ou Fonte, para que os interessados possam ler o texto original e tirar suas dúvidas.

Dieta Fodmap contra gases e síndrome do intestino irritável

Referência: http://www.leandrominozzo.com.br/blog/?p=688

 VIDE  ABAIXO A BIBLIOGRAFIA DO TEXTO ORIGINAL:

Bibliografia

Gibson PR, Shepherd SJ. Evidence-based dietary management of functional 
gastrointestinal symptoms: The FODMAP approach. J Gastroenterol Hepatol.
 2010 Feb;25(2):252-8.

Fedewa A, Rao SS. Dietary Fructose Intolerance, Fructan Intolerance and FODMAPs. 
Gastroenterol Rep. 2014 Jan;16(1):370.

Halmos EP, Power VA, Shepherd SJ, Gibson PR, Muir JG. A Diet Low in 
FODMAPs Reduces Symptoms of Irritable Bowel Syndrome. Gastroenterology. 
2014 Jan;146(1):67-75.e5.

Mearin F1, Peña E2, Balboa A3. Importance of diet in irritable bowel syndrome. 
Gastroenterol Hepatol. 2014 Feb 27.

Biesiekierski JR., ET AL. No effects of gluten in patients with self-reported 
non-celiac gluten sensitivity after dietary reduction of fermentable, poorly absorbed, 
short-chain carbohydrates. Gastroenterology. 2013 Aug;145(2):320-8.e1-3

_________________________________________________________________




FRUTAS


Ricas em Polióis: maçãs, damascos, pêras, amoras, ameixas, nectarinas, cerejas,

lichias, pêssegos, melancias, abacates, tâmaras.

Pobres em polióis: bananas, mirtilos, carambolas, kiwis, limões, limas, laranjas, tangerinas,  maracujás, papayas, framboesas.

Ricas em frutose: maçã, pêssego, manga, pêras, uva. Sucos naturais ou néctar, frutas secas

Pobres em frutose: bananas, mirtilos, melões, carambolas, limões, limas, tangerinas maracujás, morangos, poncãs.

Ricas em frutanas ou galactanas: pinhas, caquis, melancias, pêssegos

ADOÇANTES
Ricas em frutose: mel, frutose, xarope de milho rico em frutose, agave
Pobres em frutose: Maple syrup, xarope de outros adoçantes
Ricos em polióis: sorbitol, manitol, xilitol, maltiol, isomalte
Pobres em polióis: Açúcar (sacarose), glicose, stevia e sucralose

LÁCTEOS
Não tem polióis, frutose, frutanas, galactanas.

Ricos em Lactose
Leite de vaca, cabra, ovelha, sorvetes, iogurtes, queijos frescos e cremosos como ricota, cottage, catupiry e cream cheese.

Lácteos sem lactose, leite de soja, leite de arroz, leite de castanhas, manteiga, ghee, queijos curados como cheddar, parmesão, brie ou camembert.

HORTALIÇAS E LEGUMINOSAS
Ricas em Polióis: couve-flor, cogumelos, ervilhas.

Ricas em frutanas ou galactanas: alcachofras, aspasrgos, beterraba, couve de Bruxelas, brócolis, repolhos, erva-doce, alho, alho-poró, quiabo, cebola, ervilha, grão-de-bico, feijão vermelho, feijão cozido, chicórias.

Pobres em frutanas e galactanas: cenouras, aipos, feijão-verde, alfaces, cebolinhas (verde), abóboras, tomates, espinafres, brotos de bambu, pepinos, abobrinhas, batatas, batata doce, gengibres.

CEREAIS, MASSAS E OLEAGINOSAS
Ricos em frutanas ou galactanas: Trigos, centeios, cevadas, pistaches, amêndoas,
castanhas de caju, côco.

Pobres em frutanas e galactanas: mandiocas (féculas, tapiocas), quinoas (pães,
 bolos,  massas) amarantos, milhos, arroz, nozes, avelãs, castanhas-do-pará, amendoins, 
macadâmias, sementes de abóbora, gergelins, sementes de girassol.

Outros proibidos por serem ricos em FODMAP: probióticos (tem FOS ou
 inulina na fórmula)

Esquema da estratégia FODMAP

Suspensão de todos os alimentos ricos em FODMAP  por um período entre 6 a 8
 semanas. Se os sintomas não melhoraram após as 8 semanas, suspender a dieta.

A dieta sempre deve ser acompanhada por um nutrólogo ou nutricionista para se evitar deficiências nutricionais.
As medicações em uso devem ter sua bula revisada pois alguns medicamentos
 possuem lactose ou frutose, principalmente manipulados.
A melhora em 75% dos portadores de síndrome do intestino irritável, nos demais
 pacientes devemos verificar a quantidade de alimentos por refeição,  quantidade de 
gordura, cafeína.

Alimentos ricos em salicilatos, aminas, glutamatos e cafeína também podem induzir a sintomatologia gastrintestinal.

Salicitatos
Fontes: café, chás, maçã-verde, banana, limão, nectarina, ameixas, uvas, tomate, 
cenoura, pepino, ervilhas, ervas e temperos.
Hipótese: Estimulam mastócitos a produzir mais leucotrienos que por sua vez podem exercer atividade pró-inflamatória e favorecer contração do músculo liso.

Aminas
Fontes: Vinho, cerveja, queijo curado, produtos defumados, peixes enlatados.
Hipótese: Baixa atividade da  MAO em alguns indivíduos podem levar a uma menor destoxificação da histamina alimentar e essa histamina pode promover contrações da musculatura lisa.

Glutamato:
Fontes: Tomate, queijo, caldo em cubo, fermento.
Hipótese: Desconhecida, mas sabe-se que a exclusão de excitotoxinas alimentares
(incluindo glutamato monossódico) em portadores de síndrome do intestino
 irritável melhorou 30% dos sintomas em 84% dos pacientes.

Cafeína:
Fontes: Bebidas de café, chás, chocolate, coca-cola, bebidas com cafeína

Hipóteses: 
 Estimulam o sistema nervoso central e aumenta secreção gástrica. Além
 disso promovem aumento do peristaltismo via hormônios neuroendócrinos 
gastrointestinais (exemplo: colecistoquinina, gastrina ou motilina).

Fonte: 

http://www.leandrominozzo.com.br/b nelog/?p=688

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...